A voz do rock, eu vi (e ouvi)

plant

Foto tirada por Cacau

Por Rodolfo Rodrigues

Quase quatro anos depois de nossa aventura no Rock in Rio, estávamos novamente eu, Cacau e Marcelo para juntos curtirmos um show de rock. Dessa vez era pra ver uma lenda, um mito, o maior vocalista de todos os tempos: Robert Plant.

Fui ao show em Belo Horizonte, para ver ao vivo um ídolo da música, o cara que foi o vocalista de uma das minhas duas bandas prediletas (Metallica e Led Zeppelin, minhas preferidas), confesso que não criei muita expectativa, pois pensava que a voz dele não seria mais a mesma que encantou e encanta o mundo por décadas, já que Plant beira os 70 anos. Fui com o intuito de ver e ouvir, sem tentar comparar com o passado.

Tolice de minha parte, já na primeira canção ele mostrou que ainda manda muito. O show começou com Babe I’m gonna leave you, música de Joan Baez, mas que era presente no repertório do Led. Foi um cala boca aos bobos, que assim como eu, ainda “duvidavam” de sua capacidade.

O show foi muito bom, ele alternou músicas da carreira solo com sucessos do Led Zeppelin. A banda que o acompanha, a The Sensational Space Shifters  é excelente. A mistura de instrumentos “diferentes” com sons variados deu um charme especial ao espetáculo. Destaque para a versão do clássico Black Dog, totalmente diferente do original e com a presença de uma espécie de violão africano tocado com um arco, fazendo o solo que seria de guitarra.

Admito que me emocionei em alguns momentos, quando ele mandou Going to California foi um desses, assim como Whole Lotta Love. Apesar de ter assistido outros ídolos ao vivo, como Metallica e Paul McCartney, é difícil conter a emoção de ficar frente a frente com alguém que escuto quase que diariamente. O melhor de tudo é que minha gata Cacau estava comigo em todos esses momentos de realização de sonhos musicais. Inclusive já temos outros em mente que esperamos realizar no futuro.

Confira o setlist:

Baby I’m gonna leave you
Rainbow
Black dog
Turn it up
Embrace another fall
Going to california
Spoonful
What is and what should never be
Little Maggie
The lemon song
Fixin’ to die
I just want to make love to you/Whole lotta love/Who do you love
Nobody’s fault but mine
Rock and roll

Anúncios

Sobre palpitandoocotidiano

Sou jornalista, com pós em empreendedorismo e marketing.
Esse post foi publicado em Música. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A voz do rock, eu vi (e ouvi)

  1. Carlos Alberto disse:

    Oi Rodolfo. Pois é, o cara é uma fera, uma lenda viva, vi esse show pela internet. Por esses dias li uma reportagem do Gene Simmons do Kiss dizendo que o Rock morreu. Isso foi motivo de muita polêmica, porém se pensarmos bem no assunto, será que ele não está certo? apesar de termos algumas boas bandas novas, quem substituirá Led Zeppelin, Black Sabbath e tantas outras? Estamos vendo uma mutação do Rock para algo que sinceramente, é bom, mas nunca será igual a tantas bandas boas formadas nos anos 70/80/90.
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s