Bate papo com o Analista de Mídias Sociais da Depressão

Por Rodolfo Rodrigues

Analista da depressao

Reprodução Facebook

Sucesso no Facebook, principalmente entre a galera da comunicação, a página “Analista de Mídias Sociais da Depressão”, conta com quase 46 mil curtidas. Em uma rápida entrevista por e-mail, a dupla Lívia Lamblet (29), jornalista de Niterói/RJ e Luiz Guimarães (24), jornalista do Rio de Janeiro, pós-graduando em Marketing, conta um pouco mais desse sucesso na internet:

PALPITANDO: Quantas pessoas administram a página, quando e como surgiu a ideia?

LÍVIA: Duas pessoas: Eu (Lívia Lamblet) e o Luiz Guimarães. Nós trabalhávamos juntos em uma agência, como Analistas de Mídias Sociais. Percebemos os problemas na nossa área e acabamos criando a página.

LUIZ: É importante destacar que criamos a página por diversão. Sem qualquer pretensão de que crescesse. Na época essas páginas “da depressão” eram moda. Surgiram várias todos os dias. Criamos algo com uma validade curta, não tínhamos a pretensão de cuidar dessa página por tanto tempo.

PALPITANDO: Vocês atualmente trabalham como social media? Como estão vendo o mercado? Acham que ainda há falta de conhecimento das empresas sobre a importância desse profissional?

LÍVIA: Atualmente eu estou com uns projetos pessoais e escrevo para alguns blogs. Tenho meu blog: http://livialamblet.com.br e sou colaboradora do Brasil Post: http://www.brasilpost.com.br/livia-lamblet/ . O mercado, no Rio, é muito fechado. Em São Paulo, a coisa é um pouco melhor, mas não somos reconhecidos. Precisamos saber de tudo e ganhar pouco. É triste.

LUIZ: Sou Analista de Mídias Sociais em uma agência aqui no Rio. Vejo que o mercado ainda é imaturo. O mercado de mídias sociais chegou com muita “violência”, o que não permitiu que as empresas, e claro, os profissionais, se preparassem para isso.  Algumas empresas ainda não veem a importância do marketing digital para a comunicação das empresas. Não só redes sociais, como também a construção de sites atrativos, SEO, RP Digital, etc…

PALPITANDO: Vocês monitoram várias páginas de empresas, para encontrar erros, ou a maioria dos erros são enviados por fãs da fan page?

LÍVIA: Depende. Quando temos tempo, damos uma pesquisada. Quando estamos sem tempo, olhamos as mensagens da galera. Os amigos sempre dão uma força também.

LUIZ: Eu, honestamente, só vejo erro quando “cai” na minha timeline. Muitos amigos dão força e recebemos centenas de mensagens com sugestões todas as semanas.

PALPITANDO: Já cometeram algum erro (que valeria uma postagem no Analistas da Depressão) trabalhando como social media?

LÍVIA: Quem nunca?

LUIZ: É o nosso bordão… Quem nunca? Errar a imagem do post, erro de português… já aconteceu até na própria página na hora de postar uma depressão.

PALPITANDO: Vocês podem dizer a dimensão da página em termos de acessos, curtidas e compartilhamentos?

LÍVIA: Atualmente a página possui 45.925 likes, com um alcance de 65.125 usuários.

LUIZ: Antes do Facebook restringir severamente as entregas orgânicas, batemos a marca de 1 milhão de usuários atingidos numa única semana.

PALPITANDO: Qual a postagem de maior sucesso da página?

LÍVIA: Difícil responder a essa pergunta. Várias já chegaram a milhares de compartilhamentos. É complicado escolher uma só. Entretanto, o post da Visou repercutiu até no jornal O Globo depois da nossa postagem.

LUIZ: E isso acontece com frequência. Sinto um enorme prazer quando vemos que a nossa página está pautando a imprensa. Techtudo, Folha online, O Globo online… Já vi várias reportagens que surgiram de postagens novas, por ter certeza que ninguém havia dado o erro até então.

PALPITANDO: Qual o erro mais comum cometido por analistas de mídias sociais?

LÍVIA: Erros bizarros de português, copiar material de outras páginas, divulgar notícias falsas, entre outros.

LUIZ: Temos dois tipos de erros, os por falta de atenção (erros de português em alguns casos, notícias falsas, subir imagens erradas, etc…) e os erros por despreparo (erros de português, copiar material de outras páginas, montagens e edições de imagem mal feita, linhas editoriais mal construídas).

PALPITANDO: Vocês ganham dinheiro com a página? Fazem algo para monetizá-la?

LÍVIA: Preferimos não falar sobre esse assunto.

LUIZ: Mas acho importante dizer que temos sim um programa de anúncios que envolve não só dinheiro, mas como numa grande parte das vezes, parcerias.

PALPITANDO: Na opinião de vocês quais empresas são os grandes destaques nas mídias sociais?

LÍVIA: Ponto Frio (amamos o Pinguim), Netflix.

LUIZ: É difícil falar porque há bastante material bom. Mas o “Pin” já está na história do Marketing Digital no Brasil por ter sido a primeira grande empresa a adotar essa linha editorial humanizada que tanta gente copia atualmente.

PALPITANDO: O que vocês fariam se estivessem no lugar da pessoa que teve um erro exposto na página?

LÍVIA: Levar na brincadeira. Ninguém está livre de erros.

LUIZ: Além da brincadeira, se fosse causar muito estresse, pediria a remoção – que fazemos o mais rápido possível. Nunca um pedido desse foi recusado. Queria destacar algo sobre a página. Nosso objetivo não é prejudicar ninguém, tanto que a nossa página não publica apenas os erros dos nossos colegas de profissão, mas também situações da rotina, notícias, etc. Mas de certa forma, a página mostra que há muita gente despreparada trabalhando no setor, o que compromete toda a credibilidade da categoria, e isso nós – e todos que levam o trabalho a sério, gastam com cursos, pós, etc., não curtimos. Alguns erros são claramente causados por  “Sobrinhos” e é muito disso que queremos mostrar. Se todo empresário der uma olhada na nossa timeline vai ver que sai muito mais caro contratar um amador do que um profissional para realizar o trabalho de mídias sociais.

Anúncios

Sobre palpitandoocotidiano

Sou jornalista, com pós em empreendedorismo e marketing.
Esse post foi publicado em Bate papo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s