Promessa sendo cumprida

Por Rodolfo Rodrigues

crugilvan_wa_03121217331

Gilvan de Pinho Tavares foi eleito presidente do Cruzeiro no final de 2011, mas praticamente já havia assumido o comando do clube quatro meses antes, quando o ex-presidente (do qual Gilvan era vice) “abandonou” a instituição para cuidar de sua carreira política.

O início de GPT não foi dos melhores, pegou um clube com a terra quase arrasada, além disso, a falta de experiência como gestor no futebol pesou no início. Entrevistas desencontradas, polêmicas sobre salários atrasados, etc..

Logo que foi eleito, o dirigente fez algumas promessas. A primeira era segurar Montillo, que ficou mais um ano, mesmo com o assédio de outras equipes. Gilvan também prometeu que o Cruzeiro voltaria a brigar por títulos, contratando grandes jogadores e revelando talentos formados nas divisões de base do clube.

Naquele momento era difícil acreditar que ele conseguiria fazer tudo que prometeu, mas o tempo mostrou que não é bom subestimarmos ninguém.

O primeiro acerto do presidente foi a contratação do diretor de futebol Alexandre Mattos. Além disso, o clube investiu no departamento de marketing para aprimorar o programa de sócio do futebol, que virou lucrativo e importante aliado para a montagem do elenco. A partir daí, depois de um 2012 de dificuldades, o clube começou a se reerguer. O dinheiro da venda de Montillo, no início deste ano, foi outra peça fundamental para isto.

Grandes nomes como Dedé, Dagoberto e Júlio Baptista vieram para mostrar que o Cruzeiro nunca deixou de ser gigante, e para levantar o moral do torcedor, abalado nos dois últimos anos com péssimas campanhas. O clube disputou estes atletas com times que possuem um poderio financeiro melhor, com cotas de TV maiores e mesmo assim conseguiu fechar os negócios.

A diretoria também pensou no futuro, contratando jovens promessas de outras equipes que poderão render financeiramente. Everton Ribeiro, assediado por vários clubes, foi comprado. Ricardo Goulart, que tinha várias propostas, inclusive do rival Atlético Mineiro, preferiu o Cruzeiro. Lucca, promessa do Criciúma chegou sem nenhum custo, após uma composição de atletas emprestados aos catarinenses. Só para citar alguns.

Nesta temporada, outro grande mérito de GPT foi peitar grande parte da torcida e bancar a contratação do técnico Marcelo Oliveira, mesmo com a desconfiança de muitos que não aceitavam um treinador que fez carreira no rival. Uma bobagem sem tamanho, já que Marcelo é profissional e também quer vencer na carreira.

Tá certo que o título ainda não veio, mas, aconteça o que acontecer, Gilvan cumpriu o que prometeu. Muitos não acreditaram (eu era um desses), mas ele realmente contratou ótimos reforços, revelou bons jogadores e está brigando pelo título brasileiro. Agora é manter o foco, não se acomodar e continuar o bom trabalho, se não vier agora, em breve essa diretoria dará um título para o torcedor.

– See more at: http://www.geraldocruzeiro.com.br/2013/09/promessa-sendo-cumprida/#sthash.LUSR5RMe.dpuf

Anúncios

Sobre palpitandoocotidiano

Sou jornalista, com pós em empreendedorismo e marketing.
Esse post foi publicado em Esporte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s