Aqui jaz o maior dos Barcelonas

Camp Nou, Espanha

* 21 de Abril de 2010

† 24 de Abril de 2012

 messi

* Por Zé Vinícius

Nos últimos anos estávamos acostumados com uma realidade no futebol mundial: o auge do Barcelona. Era impensável uma derrota do time catalão, independente qual fosse o adversário, independente qual fosse à competição, independente da boa fase que qualquer um ou os onze do outro lado estivessem. O Barça foi um dos maiores times do futebol, com o estilo de jogo mais envolvente que eu pude ver (sou novo e vi pouco, admito). Mas foi, passou. Não foram as duas derrotas para o Real Madrid (sem contar a derrota para um Milan fraco de sem estrelas) que encerraram o momento especial do clube. Ele acabou ano passado.

Eu vejo o momento final do auge barcelônico na derrota para o Chelsea, quando o time de Di Mateo venceu (com aquele golaço de Ramires) com uma defesa sólida que contou com a ajuda até do Drogba. Este é o fim. Acabou ai. O começo deste auge? Também uma derrota, também pela Champions League. Foi quando Mourinho conseguiu armar um ferrolho defensivo na Inter de Milão e o Barça não conseguiu jogar. Nesta janela temporal futebolística, nenhum time era capaz de vencê-los, e Messi fazia mágica. Acabou após outra parede defensiva, desta vez do Di Mateo, com o Chelsea. O momento passou. O Barça voltou ao nível dos outros (deixo isso claro, não foram os outros que chegaram ao nível do Barça), e o futebol voltou a ser competitivo.

Claro, o nome que estava por trás do diferencial do Barça não era o Messi, melhor do mundo por quatro vezes seguidas. Ele foi o melhor do mundo por quatro vezes seguidas por causa do Barça. É um jogador diferenciado? É, sem sombra de dúvida, um dos melhores que já existiu. Mas ele era uma Ferrari andando em uma estrada europeia, podendo chegar até seus limites sem medo de um buraco, de uma curva muito fechada. Era um jogador diferenciado em um time diferenciado, montado por Guardiola. Ele é o ponto chave, e a segunda derrota em cinco dias para o Real Madrid mostra isso.

Primeiro, porque o Real Madrid não está melhor. Não é o melhor time dos últimos anos. E na derrota deste sábado (02) foi para um time madrilenho misto ainda. Segundo, porque perdeu também para o Milan, por 2 a 0, um Milan que é um time sincero, não o melhor, não o pior, e se os jogadores estiverem em suas melhores condições, podem surpreender. O Campeonato Espanhol, e a campanha incontestável do Barcelona não são os melhores parâmetros. Tem que ser levado em consideração? Claro, é um campeonato longo, por pontos corridos, exige regularidade. Mas não oferece os melhores adversários, nem os jogos mais difíceis. É um campeonato fácil para Real Madrid e Barça, competitivo para Atlético de Madrid e quase impossível para os outros clubes. O Barça se tornou o que todo mundo sabia que aconteceria, mais cedo ou mais tarde. Regular.

A derrota para o Real Madrid poderia bem ser uma vitória, como voltará a ser em breve. É o campeão espanhol, faltando apenas a confirmação numérica, e pode muito bem vencer o Milan e continuar na Champions. O fato é que, quando fomos falar dos melhores times de futebol da história, e do período de auge deles, o deste Barça que tanto elogiamos e escolhemos para jogar no PES e no FIFA, com Messi, Iniesta, Xavi fora de séries (um time melhor ainda do que o Barça de Eto’o e Ronaldinho), terminou contra uma parede inglesa.

O Bayern será o próximo time incontestável, o próximo a ocupar o topo? Sim, pode, vejo que mais pelo Guardiola do que no possível surgimento de um novo Messi, ou em uma possível contratação do Neymar. Isso só o tempo vai dizer… Mas acho que demoraremos a ver um novo time incontestável, acima de todos, no futebol mundial.

Zé Vinícius –Jornalista, flamenguista, repórter esportivo do Jornal Vale do Aço.

Anúncios

Sobre palpitandoocotidiano

Sou jornalista, com pós em empreendedorismo e marketing.
Esse post foi publicado em Convidados do blog, Esporte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s