A invasão dos esportes americanos

Por Emmanuel Borges de Albuquerque

bundchen_brady

Há pouco mais de quatro anos, transmissões da NFL não tinham mais de 100 comentários no mural da ESPN. Baseball então? Poucos sabiam por que era transmitido. Hockey não tinha transmissão e apenas voltou a ter em 2011, a liga foi boicotada por vários anos graças ao fatídico cancelamento da temporada de 2005 por conta de uma greve. Havia apenas espaço para a NBA, basquete, um esporte mais popular no Brasil.

Hoje são milhares de mensagens a cada transmissão da nossa querida NFL, frequente trending topic no twitter e mais milhares de curtidas no facebook. A MLB está mais presente no nosso dia a dia na moda, principalmente nos bonés, do que no jogo, certamente ainda pouco popular, mas que já faz a cabeça de muita gente, bem como a NHL.

Orgulhosamente vemos times de futebol americano nascendo dia após dia. As principais cidades do país quase todas já contam com times, que também já estão presentes em cidades pequenas, principalmente no interior de São Paulo.

A seleção brasileira do baseball certamente foi um orgulho! Em 2012 conseguiram a primeira classificação da nossa seleção para o World Baseball Classic em 2013, superando diversos favoritos. Seleção essa que emocionou Barry Larkin, o hall of fame do baseball que treinou a seleção brasileira e se sentiu honrado de trabalhar com gente tão humilde e trabalhadora. Seleção que foi bastante celebrada pelos americanos, que têm o povo brasileiro como pessoas muito habilidosas e esperam nos próximos anos pelos jogadores brasileiros, como o talentoso pitcher André Rienzo, que em breve deverá iniciar sua carreira na principal liga americana.

Ainda há muito caminho a percorrer, certamente. Algumas atitudes como a da ESPN Brasil em transmitir Campeonato Mexicano de futebol (que a ninguém interessa) e priorizar na frente do baseball não ajudam. Mas é bonito ver como passo a passo o Brasil parece caminhar para o fim da monocultura esportiva brasileira de admirar apenas futebol.

Há inúmeras vantagens em se passar a admirar e praticar esportes diferentes que sequer precisam ser citadas aqui, mas acho interessantíssimo o grande intercâmbio cultura que se torna acompanhar esportes praticados em outros países. Particularmente muito aprendi, absorvi sobre a cultura, os costumes dos Estados Unidos, do Canadá, da Rússia. Conheci inúmeras pessoas diferentes, do Brasil e de fora, que tem muito a ensinar.

Aliás, os Estados Unidos principalmente, tem muito a ensinar! Em especial no marketing esportivo, que acho que está apenas começando a ser valorizado no Brasil. Mas isso é assunto pra uma próxima oportunidade…

* A opinião dos textos dos convidados pode ou não ser a mesma do autor do blog

Anúncios

Sobre palpitandoocotidiano

Sou jornalista, com pós em empreendedorismo e marketing.
Esse post foi publicado em Convidados do blog, Esporte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s